Temos que provar

Os sabores também dizem muito sobre um país e a pesar a seu reduzido espaço geográfico Uruguai apresenta uma riqueza particular já que oferece produtos de alta qualidade tanto da terra como dos rios e do mar.
Tannat, um emblema dos vinhos uruguaios

Tannat, um emblema dos vinhos uruguaios

A vitivinicultura teve um desenvolvimento notável nos últimos anos. Se bem Uruguai produz uma grande variedade de cepas, a mais conhecida do país é a chamada Tannat. Este vinho, por tanto tempo esquecido na Europa, conseguiu reconhecimento internacional e hoje são varias as bodegas uruguaias que alcançaram importantes níveis de excelência. Além disso, é claramente, um tipo de vinho perfeito para maridar com carnes.

O boom dos olivos

O boom dos olivos

Assim como décadas atrás se produziu o boom do vinho, nestes últimos anos se popularizou a plantação de olivas. Tanto na zona rural e serrana de Maldonado e Rocha como na região norte de Colonia surgiram empreendimentos de nível muito alto, a ponto de que os azeites de oliva uruguaios estão começando a obter reconhecimento internacional, e existem variedades que já foram premiadas. Estes estabelecimentos também resultam atrativos para os turistas, já que costumam oferecer visitas guiadas e catas de seus azeites.

Caviar do rio Negro

Caviar do rio Negro

O rio Negro corta o país em duas metades e justo ali se criam os esturjões, que dão lugar ao produto mais surpreendente que tenha saído do Uruguai: o caviar. De fato, o país ganhou renome pela qualidade que se produz nesta zona. Atualmente outros estabelecimentos seguiram este caminho e se instalaram granjas de esturjões em diferentes pontos do rio Negro.

Corvina, um clássico do leste

Corvina, um clássico do leste

A pesar da grande extensão de costa que possui, a verdade é que os pescadores não conseguem vencer a carne vacuna, carne que tem o primeiro lugar na mesa dos uruguaios. No entanto a medida que se viaja ao leste os mercados de peixes ganham mais protagonismo. Na zona de Maldonado e em especial de Rocha trata-se majoritariamente de pesca artesanal. E se bem a variedade de produtos é grande, poderia se dizer que os mais característicos são os camarões (especialmente em Rocha) e a corvina, peixe que se costuma cozinhar nas brasas, mas realmente sua preparação é muito variada.