Hotspot

Solís (Maldonado)

Solís (Maldonado)

Viajar a este povo constitui uma boa forma de conhecer o sentido clássico dos balneários uruguaios. Sem grandes luxos é um destino tradicionalmente familiar e isso fica claro em sua arquitetura, que é em sua maioria residencial, sem grandes edificações. Sua grande particularidade é que combina a praia sobre o Rio de La Plata com a costa sobre o arroio Solís Grande. Esta dupla condição, o transforma em um lugar perfeito para a pesca esportiva e a prática de esportes náuticos, em especial sobre o arroio.

Piriápolis (Maldonado)

Piriápolis (Maldonado)

Ainda hoje Piriápolis esta cidade autenticamente balneária, segue marcada pela forte impressão que deixou seu fundador, Francisco Piria,. O Argentino Hotel, o Castillo de Piria e outra longa série de construções entre as que se destaca o Castillo Pittamiglio, são os responsáveis de um passado esplendoroso de uma cidade que foi criada seguindo os padrões dos balneários europeus. Por tanto, este é um destino que não se limita somente em aproveitar a praia, já que seus circuitos históricos e os passeios pelos cerros que cercam a cidade o transformam em um lugar perfeito para turistas inquietos.

Punta Colorada (Maldonado)

Punta Colorada (Maldonado)

Este balneário é um prazer para a vista e uma fonte inacabável de belas postais. Isso se deve em boa medida a altura que ganha o balneário em seu ponto médio, sobre a rua Central, e também a essa perfeita conjunção de roca e mar (tecnicamente, ainda é o Río de La Plata o que banha suas margens). A Areia de suas praias é grossa, o público é mais familiar, e no verão é um destino muito concorrido, já que quem visita Piriápolis e suas proximidades escolhem frequentar sua costa.

Punta Ballena (Maldonado)

Punta Ballena (Maldonado)

Muitos opinam que desde a ladeira oeste dessa península podemos ver o melhor entardecer da costa uruguaia. Entre as construções em terraços que se desenham por sua pendente, reina a mítica Casapueblo, uma obra arquitetônica e artística construída pelo pintor e escultor Carlos Páez Vilaró. É o ponto mais visitado do lugar, e nessa casa-oficina, ainda se celebra cada tarde, a cerimônia do por do sol. Ao pé de Punta Ballena, pode se desfrutar de pequenas praias, e sempre é uma tentação passear entre as rochas. Na ladeira leste se encontram Las Grutas, onde ainda hoje existem vestígios das piscinas que foram um dia escavadas na pedra.

Punta del Este (Maldonado)

Punta del Este (Maldonado)

Neste ponto geográfico é onde termina o Rio de la Plata e começa o oceano Atlântico. A verdade é que Punta Del Este tem a possibilidade de ser tudo ao mesmo tempo. Pode ser um destino familiar cujo principal cenário são suas extensas praias (há realmente muitas e para todos os gostos). Mas também pode ser um destino de entretenimento, com noites de música que terminam de manhã e onde se encontram personagens famosos da região e internacionais. Além de hotéis de grande nível e cassinos, a cidade tem uma vasta seleção de restaurante, muitos dos quais se encontram entre os melhores de Uruguai.

José Ignacio (Maldonado)

José Ignacio (Maldonado)

A medida que Punta del Este foi crescendo algumas pessoas foram buscando a calma mais para o leste. Assim foi como este humilde povoado de pescadores e casas baixas foi transformando se em um espaço mais exclusivo da costa do Uruguai. Aqui se encontram restaurantes de primeiro nível, lojas de desenho e estrelas de Hollywood. Mas o mais importante é que José Ignácio não perdeu sua essência. A arquitetura desborda de bom gosto e engenho, mas sem atentar contra a paisagem e a calma do lugar.

La Paloma (Rocha)

La Paloma (Rocha)

Este é o maior balneário da costa de Rocha. No entanto, nos últimos anos foi mudando seu perfil. Faz mais ou menos uma década este era o epicentro da movida dos mais jovens, mas com o tempo este público foi se dirigindo mais para o leste, dando a La Paloma um perfil mais familiar. Mesmo assim segue tendo os grandes atrativos de um grande centro turístico e não faltam os paradores nos quais desfrutar de longas jornadas de praia. La Balconada é o lugar mais tradicional e um ponto de encontro inevitável na tarde.

La Pedrera (Rocha)

La Pedrera (Rocha)

Quando o público mais jovem descobriu este balneário, se pensou que o espírito boêmio deste pequeno povo ia desaparecer. Sem dúvidas, La Pedrera não é o segredo melhor guardado de Rocha, e sim se converteu em um destino de multidões onde os dias passam entre longas horas na praia e passeios pela pitoresca rua principal, onde se misturam restaurantes com pequenos bares improvisados. Se bem La Pedrera é um destino de festa todo o verão, a grande festa do lugar é o carnaval (se celebra em fevereiro), que tem a particularidade de que os protagonistas são pessoas que desfilam e dançam pela rua principal do povoado. Trata se de uma das festas de carnaval mais populares do país e convoca turistas de toda a região.

Cabo Polonio (Rocha)

Cabo Polonio (Rocha)

Talvez o fato de ter que atravessar um oceano de dunas para chegar até o povo é o que contribua em seu ar místico. Mas se chegar é uma aventura, a surpresa se transforma quando se chega mesmo no povo, é um lugar realmente desconectado do mundo. Não tem energia elétrica nem autos e o animo geral é muito slow. Isso somado com as areias brancas, as rochas, o velho farol e uma colônia de lobos marinhos que se encontra em sua costa fazem do lugar um destino mágico, e quem o conhece costuma regressar. Com os anos melhorou sua infraestrutura turística, pelo que em temporada alta (a partir de dezembro até finais de fevereiro) abrem restaurantes e pequenas pousadas nas quais hospedar se. Para quem deseje descobrir o mesmo, se organizam visitas pelo dia, no entanto a forma de desfrutar de Cabo Polonio ao máximo é alugando alguns dos ranchos e vivendo a experiência de estar desconectado.

Punta del Diablo (Rocha)

Punta del Diablo (Rocha)

Outro povo de pescadores que com o tempo se transformou em um balneário especialmente indicado para jovens. A partir de dezembro este público se apodera do tranquilo balneário, o qual se desfruta a todas as horas: durante o dia fazendo surf na praia ou pescando; de noite submergindo se em longas sessões de música. A comunidade de pescadores segue sendo o coração de Punta Del Diablo e a prova está em que a praia na qual descansam seus barcos é o lugar perfeito para ir comprar peixe fresco cada dia. Para o oeste se encontra a praia La Viuda, sector mais residencial, onde costumam se alojar aqueles que buscam paz e tranquilidade. O certo é que Punta Del Diablo é um destino recomendável tanto para aqueles que desfrutam dos dias de sol, como para aqueles que vivem de noite.