Colonia

Carmelo


Puente giratorio

Puente giratorio

Construída em 1912, é uma grande obra da engenharia do século XX e se considera a primeira ponte giratória de América do Sul. Operada manualmente, circulam por ali turistas e locais, já que constitui a via indispensável para conectar a cidade de Carmelo com o litoral norte, leste e sul do Uruguai. Foi construído por uma empresa alemã e se trata de 82 metros de ferro que se erguem sobre o Arroyo de La Vacas.

Os vinhedos

Os vinhedos

Carmelo apresenta uma rota do vinho variada que se adapta a cada preferência e paladar. Para quem procura uma experiência completa, Narbona, que possui um hotel (resevas@narbona.com.uy) e um restaurante onde oferece os produtos de sua bodega e tambo, poderia ser a eleição indicada. No entanto, na bodega da família Irurtia (www.irurtia.com.uy) o visitante poderá apreciar a enormidade e quantidade de barricas que gera uma produção massiva; ao igual que em Los Cerros de San Juan (www.loscerrosdesanjuan.com.uy), cujo o próprio terreno é bonito para uma visita. Mas si o turista quer mesmo uma experiência familiar e deseja ver o processo de elaboração de vinho, El Legado Bodega Boutique (fan page de Facebook: “El Legado” Bodega Boutique) é imperdível. Armazém de La Capilla- Bodega Cordano (http://almacendelacapilla.wix.com/almacendelacapilla) oferece seus produtos na loja e até conta com uma linda sala com uma vista espetacular dos vinhedos. Por outro lado, a Posada Campotinto (http://posadacampotinto.com/en) é outra opção para comer, se hospedar e degustar dos vinhos, por exemplo, com um picnic entre os vinhedos.

Colonia del Sacramento


O farol e as ruínas do Convento

O farol e as ruínas do Convento

As ruínas do Convento de San Francisco, que foi criado em 1694, revelam a arquitetura típica da época colonial. Os vestígios dessa obra sobreviveram a um incêndio ocorrido em 1704 e são suficientes para permitir imaginar o que realmente foi a estrutura do edifício. Dentro do convento se localiza a Capilla de La Concepción. Este templo, que se ergueu em uma torre, se converteu logo no faro da cidade, o qual começou a ser construído em 1845 pelos soldados de Juan Manuel de Rosas. No entanto; a Guerra Grande obrigou a deter esta obra. No ano de 1855 a construção foi retomada e dois anos mais tarde, em 1857, terminada. Visitar o farol não somente permite entrar em contato com um testemunho da historia, mas também desfrutar uma das vistas mais privilegiadas de Colonia. Ter com que tirar boas fotos resulta então uma condição necessária para este passeio.

Calle de los Suspiros

Calle de los Suspiros

Esta ruazinha com paralelepípedos e estreita constitui um símbolo da cidade de Colonia. E além de ter um encanto particular devido a beleza das construções que ali estão, apresenta uma oferta gastronômica única a poucos passos da costa. Desde seu ângulo se aprecia o rio, e nos dias ventosos se gera uma corrente de ar que acaricia aos transeuntes. Nesses casos ter um casaquinho é a melhor opção.

Portón de campo

Portón de campo

Foi reconstituído entre os anos 1968 e 1971, e apresenta sinais do que foi sua ponte levadiça. Até mantém as tachas de bronze em suas pedras, que revelam o nível no qual se encontrava a muralha na época colonial. Este portão é um ícone de Colonia Del Sacramento. Ao passar por ali notará uma especial multidão de turistas que buscam uma foto perfeita com esta testemunha da história.

Plaza de Toros Real de San Carlos

Plaza de Toros Real de San Carlos

A Praça de Toros Real de San Carlos é outro ícone da cidade. Localizada a uns 4 quilômetros do bairro histórico, esta enorme estrutura é hoje aguentada por suportes. A obra tem um estilo mudejar e sua arena de pasto esta rodeada por uma arquibancada. Foi realizada pelo arquiteto Jose Marcovich e inaugurada em 1910. Somente oito corridas oficiais ocorreram nesse lugar, já que foram proibidas em 1912 pelo presidente Jose Batlle y Ordoñez. Na metade da década de 1930 se realizaram esforços para seguir com as corridas unicamente neste estado e particularmente nesta Praça, mas o projeto fracassou.

Colonia ao Este


Nueva Helvecia

Nueva Helvecia

Este é um centro marcado pela cultura de imigrantes suíços que chegaram a esta zona do estado de Colonia com muitas de suas tradições. Além dos detalhes arquitetônicos, o povo se destaca pela qualidade de seus queijos elaborados de modo artesanal. Localização: ruta 1, km 121.

Colonia Valdense

Colonia Valdense

Esta colônia de imigrantes piemonteses foi fundada a mediados do século XIX e é um dos povos mais exóticos de Colonia. Para conhecer a historia do lugar, nada como visitar o museu Valdense. Mas se o que se busca é descansar, o lugar também conta com o Club Náutico Concordia, sobre o rio Rosario. Localização: ruta1, km121